No aeroporto, o vendedor quer vender cremes anti-rugas para esta mulher. Mas ele não esperava ESTA resposta malcriada.

Annick Robinson é uma mulher canadense na faixa dos 30 anos. Ele é mãe de dois filhos e tem um casamento feliz. Há cerca de 10 dias, ela estava no aeroporto de Calgary devido à uma viagem de trabalho. Perto da hora de embarcar, ela acabou sendo atraída para uma loja por um vendedor que prometeu um sabonete gratuito.

No aeroporto, o vendedor quer vender cremes anti-rugas

Como nada na vida é de graça, ele logo começou a tentar vender outros produtos cosméticos para ela, mas de uma maneira que deixou Annick revoltada. A canadense resolveu então descrever o diálogo no seu Facebook:
Vendedor: “Sua pele tem uma aparência super natural, você não está usando nenhuma maquiagem, né?”
Annick: “Um, não?”
Vendedor: “Deixe-me adivinhar sua idade…” (e chutou um numero 12 anos a menos que a realidade).
Annick: “Eu aparento ter minha idade real, e isso não é um problema.”
Vendedor: (sem saber como lidar com isso) “Deixa eu te mostrar o nosso creme de rosto, porque se você não cuidar da sua pele agora, estas rugas no seu rosto vão ficar muito mais profundas. Aos 45, os cremes não irão surtir mais nenhum efeito.”
Annick: “O que há de errado com uma mulher com aparência de 40 anos?”
Vendedor: “Bem, vamos falar sobre suas olheiras e estas linhas de expressão, nosso creme para os olhos pode melhorar isso em 15 minutos.”
Annick: “O que há de errado com meus olhos? Eu tenho um bebê em casa e não dormi nada nos últimos 2 anos. Então, se eu tenho olheiras, eu sou grata por tê-las, e meu marido e eu rimos muito. Essas linhas do expressão são culpa dele. Ele me ama como eu sou. Eu acho que não preciso do seu creme.”
 
Vendedor: (nervoso) “Suas rugas podem ser gerenciáveis agora mas, aos 50, é tarde demais para corrigir a flacidez da pele e as rugas profundas. A menos que você faça algo agora, apenas uma cirurgia poderá corrigir isso.”
Annick: “Qual é o problema de uma mulher envelhecer? Você sabe, meu marido e eu mal podemos esperar para envelhecermos juntos. Nós falamos sobre isso o tempo todo, sobre como seremos este casal de idosos enrugados e divertidos. Meu marido também vai envelhecer, todos nós vamos. É assim que a vida funciona.”
Vendedor: (olhando nervosamente para outros clientes na loja que estavam ouvindo tudo) “Espere, se o problema é o preço, eu posso lhe oferecer a nossa oferta desta semana, todos os três cremes por apenas US$ 199 – isso é bem mais barato do que Botox!”
Annick: “Eu estou bem agora e, quando eu tiver 45, também estarei bonita e, quando eu chegar aos 50, também, porque não há nada de errado com o fato de uma mulher envelhecer. A idade avançada é um privilégio negado a muitos, e eu não acho legal você fazer um marketing da juventude para vender os seus produtos, usando a depreciação do envelhecimento feminino como uma tática de vendas. Obrigada, mas eu não quero, nem preciso dos seus cremes.”
facebook-mulher-aeroporto

Ela ficou tão horrorizada com a estratégia usada pelo vendedor que resolveu na hora tirar uma selfie do rosto que ele estava tentando vender como flácido e enrugado. Depois, junto com a foto, ela publicou este post que viralizou na internet e já foi compartilhado mais de 40 mil vezes.

No mundo de hoje, parece que envelhecer virou sinônimo de doença e, por isso, estes cremes são vendidos aos milhares. Porém, como Annick bem lembrou, a idade é um privilégio que nem todos têm. Só não envelhece quem morre jovem e isso é algo que ninguém quer. Então vale repensar estes estereótipos que nos são empurrados goela abaixo.
Todas as pessoas são bonitas em qualquer idade, pois a beleza vai muito além das fotos que estampam capas de revista e editoriais de moda. Estar vivo é lindo e nossas rugas são as testemunhas deste caminho único que percorremos neste planeta, são nosso mapa pessoal e nossa história. Pense nisso.

Compartilhar no Facebook

COMENTÁRIOS