Desenhista do Superman é demitido após comentar estupro coletivo no RJ

O Chiaroscuro Studio decidiu rescindir o contrato com o cartunista Allan Goldman depois que ele se manifestou de maneira preconceituosa em relação ao caso da adolescente estuprada no Rio de Janeiro.

“O que acontece se os 30 estupradores da menina alegaram [sic] que são mulheres? Segundo a ideologia de gênero dos esquerdistas, uma pessoa é o que sente, e sua biologia não importa. A sociedade é obrigada a aceitar essa decisão, senão é fascismo!”, publicou Goldman no Facebook.

O estúdio administrava a carreira de Goldman aqui no Brasil, sendo que o cartunista havia feito vários trabalhos para a DC Comics. Entre as contribuições recentes de Goldman com a empresa estão quadrinhos do Superman, da Mulher Maravilha e de Os Jovens Titãs. Ele apagou a publicação no Facebook que faz referência ao estupro.

“A apologia e banalização da violência e da discriminação não cabem mais na sociedade e tampouco em nossa empresa. Por esse motivo e à luz dos recentes acontecimentos que acabam de chegar ao nosso conhecimento, decidimos encerrar o relacionamento com artistas não alinhados com valores que, para nós, são absolutamente inegociáveis”, explicou a Chiaroscuro no comunicado que encerrava o contrato com Alan Goldman.

allan

Allan Goldman foi demitido depois de fazer comentário polêmico sobre estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro

Continuar lendo….

1
2

COMENTÁRIOS